Queria que tudo fosse perfeito.

Estaria a perfeição no imperfeito?

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Nota

O você que conheço – que me conquistou, me fez dar valor aos sentimentos, me ensinou a amar de verdade – não se parece em nada com o você “vermelho”. Respeito seus gostos, e até gosto de muitas – muitas mesmo – coisas que você gosta, não é a toa passei a participar mais desse seu universo, principalmente, para que você pudesse compartilhar mais assuntos e momentos comigo.

Mas não, não gosto do seu lado “vermelho”, ele é diferente de tudo o que você é comigo e ainda me faz lembrar aquele você que ficou no passado – e que espero continuar por lá sempre – não porquê eu não o respeite, mas porque, como já te falei, ele não me atrai em nada.

Lembre-se que isso não é uma acusação, e sim um desabafo. Como tantos outros os quais você disse que eu te culpava, enquanto demonstrava minhas fragilidades e medos – que você bem sabe os motivos…e mesmo com o mundo caindo sobre mim, aceitei você em minha vida: a maior prova de que algo era e é diferente.

Pense nisso…

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Nunca mudam…

“Não é porque reclamo sua presença que estou brigando, mas sim porque te quero.”

Desde a última vez em que estive aqui, muitas coisas aconteceram – muitas boas, outras nem tanto – mas isso não nos impediu de seguir em frente e continuar trilhando nosso caminho. Que aliás, agora conta com um ano a mais na bagagem. “Contratos” foram renovados, lembranças e revelações vieram à tona, mas confesso que a mais importante delas parece não ter tido muita força. Não que a gente simplesmente não se importe com o fato – pelo menos da minha parte – mas sim que infelizmente não há muito para ser feito.

Há uma “pseudo regra” no universo dos relacionamentos que diz que não devemos “mimar” demais a pessoa amada, pois isso fará com que ela sinta-se tão importante a ponto de te decepcionar. Sinceramente, isso é meio contraditório, né? Se eu demonstro a alguém o quanto ela significa muito para mim, ela só irá me decepcionar caso esse sentimento que nos une seja uma farsa, o que acredito não ser nosso caso, né?

Pois bem, sei que já disse isso inúmeras vezes, mas irei repetir novamente: você me faz muita falta, e quanto mais tempo eu passo ao seu lado, mais eu quero passar. Não importa se estamos trabalhando ou nos divertindo, se estamos de cara fechada ou tristes por algum motivo, simplesmente não importa o que nos une, o que importa é estar perto de você. Mas sei que essa minha vontade, no momento, só é mesmo possível naqueles sonhos secretos, onde uma realidade totalmente alternativa acontece – mas que ainda assim me agrada muito. Cada dia longe de você, faz meu coração sentir um aperto tão grande que às vezes preciso procurar o “improcurável” para tentar pensar em outra coisa que não seja em nós dois perto um do outro.

Rs, acho – mentira, sei que sim – que estou carente. Não, não queria ter você só em pensamento, ou virtualmente, ou por voz a cada noite. Queria ter você fisicamente, poder te ver sorrindo e não só ouvir suas gargalhadas que às vezes luto muito para substituírem suas palavras monossilábicas de cansaço. Poder te dar um beijo e não só mandar um beijo. Poder te abraçar e não só sonhar. Poder…

… quem sabe um dia te roubar e não ter mais que sentir saudade. Quando a maior distância entre a gente será só uma mão que puxa ou vai até o outro para tocá-lo e mais uma vez o ter junto a si.

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Uma pausa para o meu mundo.

Que se danem o chefe, os jobs, os clientes e o resto do mundo, mas agora vou parar tudo pra passar um tempo comigo mesma e com você – mesmo que seja apenas na minha imaginação. 

Fecho todas as janelas do computador, coloco os fones de ouvido e aperto o play naquelas músicas que sempre me fazem pensar em você.

Pronto! Estou no meu mundo novamente. Mas falta algo pra ele ficar completo: sua presença! Nesses últimos dias, mesmo estando juntos, tenho sentido sua falta! De você na versão namorado: das nossas conversas sem pé nem cabeça, dos nossos filmes e jogos sentados no tapete da sala, do seu colo e seu ombro amigo. O que dizer então dos abraços, carinhos, sorrisos e beijos?

Esses últimos dias têm sido bem intensos pra gente, né? Mas, ainda que cansada estou feliz, pois é o início daquilo que passamos um bom tempo planejando e sonhando! Agora é de verdade! E é POR NÓS, PARA NÓS! Mesmo que estejamos sacrificando outras coisas é por um fim que vale a pena! Obrigada por estar ao meu lado em mais essa batalha!

No geral tenho estado bem feliz nesses últimos dias – você percebeu, né? – Acho que meu coração está mais calmo,

 sereno…porque mesmo quando estamos conversando sobre algum assunto sério – leia-se profissional – você me faz muito bem! É por essas e outras – muitas outras – que repito mais uma vez: SINTO SUA FALTA! Meus dias sem você não fazem o menor sentido! Não vejo a hora de poder ter o meu namorado (“pessoa humana”, rsrsrs) por perto!

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Forever

Essa foi uma das melhores coisas dos últimos tempos! Nunca tinha ouvido essa música com os sentimentos que ouvi no momento em que você me mandou! Obrigada!

“Forever, this time I know!”

I gotta tell you what I’m feeling inside
I could lie to myself, but it’s true
There’s no denying when I look in your eyes
Girl, I’m out of my head over you

I lived so long believing all love is blind
But everything about you
Is telling me this time it’s

Forever, this time I know
And there’s no doubt in my mind
Forever, until my life is through
Girl, I’ll be loving you forever

I hear the echo of the promise I made
When you’re strong you can stand on your own
But those words grow distant as I look at your face
No, I don’t wanna go it alone

I never thought I’d lay my heart on the line
But everything about you
Is telling me this time it’s

Forever, this time I know
And there’s no doubt in my mind
Forever, until my life is through
Girl, I’ll be loving you forever

Yeah!!

Ohhh, I see my future when I look in your eyes
It took your love to make my heart come alive
‘Cause I lived my life believing all love is blind
But everything about you is telling me this time

It’s forever, this time I know
And there’s no doubt in my mind
Forever, until my life is through
Girl, I’ll be loving you forever

Ohhh!!

It’s forever, this time I know
And there’s no doubt in my mind
Forever, until my life is through
Girl, I’ll be loving you forever

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Desabafo!

“Tenho medo de que você se torne aquilo que mais odeia.”

Essa foi a frase que você me disse hoje na hora do almoço e que me levou a fazer esse post agora.

Queria dizer, mais um vez, que entendo perfeitamente o seu medo, pois ele também é o meu medo. Você não faz ideia do quanto eu luto contra essas características que tanto me machucam e fazem sofrer.

Tenho meus defeitos e assumo. Mas acredito que eles estão bem longe de representar pra você – ou pra nós – uma ameaça tão grande quanto aquela com a qual convivo diariamente.

Já errei e admiti. Já errei e pedi desculpas, pois acredito que essa é uma atitude digna de quem não quer se transformar naquele “monstro”. Pedi desculpas porque quero que você seja meu aliado nessa luta, pois, se existe alguém que me dá forças para continuar suportando tudo isso e sonhando com um futuro melhor, esse alguém É VOCÊ.

– Você que ficou sabendo de todos esses problemas existentes em minha vida quando era só meu amigo;

– Você que foi o primeiro e único a saber disso;

– Você que mesmo sabendo de toda essa confusão ainda quis me convidar para fazer parte dos seus dias.

Nada mais justo que você seja o motivo de muita coisa.

Por tantas vezes já quis fugir, mas só o que consegui fazer foi chorar...

Apesar de você saber de muita coisa a respeito desse assunto, não sei se você consegue imaginar o quanto isso me dói. Você sabe muito bem que não gosto de me fazer vítima dos acontecimentos da vida, mas essa situação é mais ou menos como aquele ditado “O Ser Humano é um produto do meio em que ele vive”. A vida me mostrou sua dureza desde muito cedo. Deixou marcas profundas: cicatrizes, daquelas que não somem nem com o passar do tempo. Vi, ouvi e passei por coisas que nunca imaginei passar um dia. Aquelas pessoas que deveriam ser minha fonte de inspiração ou de orgulho, me enfiaram uma faca nas costas. Me traíram, me criticaram, me humilharam sem motivo. Não digo que não me fizeram o bem, pois seria mentira. Mas é muito difícil o seu “porto seguro” – como dizem por aí – ser o primeiro a ajudar e depois o primeiro a te massacrar com palavras (quando não atitudes) muito duras.

Isso não justifica nada, mas faz com que você possa entender que: _Sim, eu tenho medos! Não quero passar por tudo isso de novo! Uma vez já foi mais que o suficiente.  Sendo quem nós somos já passamos por tanta coisa por culpa de terceiros, isso já basta, pois  sei que essa luta enfrentaremos juntos, assim como já fazemos. Posso ter meus ataques de ciúmes e ficar P*** da vida com coisas do seu passado saindo sei lá da onde pra me atacar, mas não era pra menos, tudo isso representa uma ameaça para mim: de que tudo o que vivo seja um sonho do qual vou acordar um dia e ver que foi só um sonho bom. Acho que você não entenderá nunca a totalidade dessas marcas e traumas que tenho, pois como você já me disse uma vez, nem sabe como lidar com isso, pois nunca passou por essas coisas! Fico feliz por você! Pois só quem passa, assim como eu, sabe o peso que tem a mão da vida, quando ela resolve te dar um tapa no rosto.

Não quero que fique com pena de mim, nem que essa pena seja um motivo pra você estar por perto quando talvez não queira. Quero apenas que continue sendo a pessoa na qual apostei tudo (mesmo meu tudo parecendo ser tão pouco). Que continue sendo a pessoa que me conforta nas horas difíceis. Que me ouça, fale uma palavra amiga. Que me empreste seu ombro pra chorar, como já fiz tantas vezes. Que me abrace e me beije pra que eu possa me sentir segura nos seus braços. Que seja a pessoa que aprendi a amar: a pessoa que me fez acreditar nos sentimentos e demonstrá-los sem medo de ser feliz.

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

De que adianta eu abrir uma janela aqui no computador com o programa que preciso mexer ou com o texto que preciso escrever, se minha cabeça não está focada nisso? Até tento, escrevo algumas linhas e quando caio na real, percebo que meu pensamento está longe, vagando por aí…tentando te encontrar.

Não, eu não estou brigando com você!

Pois estamos novamente em uma ótima fase: sem pessoas ou coisas para nos machucar.

Não, eu não estou brigando com você!

Só queria que você entendesse que quando falo que sinto sua falta, eu realmente sinto sua falta.

Que você é a primeira coisa que eu penso quando abro os olhos pela manhã. E a última que fica em meus pensamentos pela noite.

E não, eu não estou esquecendo de nada de bom que aconteceu ou que você fez.

Você sabe o quanto me faz bem. Quantos sorrisos já dividiu comigo. Quantas vezes você já foi o ombro que eu tanto precisava pra chorar ou me apoiar. Quantas coisas já superamos juntos. Quantos momentos maravilhosos já tivemos. Por que é que eu iria brigar?

Não, eu não estou brigando com você!

Te peço, de novo, pra não ver tudo o que falo como uma ameaça/briga/controle ou sei lá. Sei que já dei motivos pra isso, mas também tive os meus. É muito difícil ser atacada por todos os lados e ficar numa boa, como se nada tivesse acontecido.

Se eu quisesse brigar com você já teria feito isso, assim como já fiz com outras pessoas por coisas muito menores.

Não, eu não estou brigando com você!

Talvez esteja apenas querendo um pouquinho – mais – de atenção? Ou me sentindo carente? Não sei qual palavra você prefere usar, só sei que ficar cinco dias sem você não é nada fácil. E não é exagero. Sem você as horas não passam, os sorrisos não têm graça, “Without you, there’s no change; My nights and days are grey”.

Não, eu não estou brigando com você!

Eu apenas amo você! Queria não precisar passar todo esse tempo longe.

Queria que tudo fosse tão mais simples do tipo: eu amo você + você me ama = felicidade! Sem potências, multiplicações, somas e outras coisas vindas de fora.

Queria que você entendesse minhas indiretas, rs…queria você só pra mim. “Só” isso me basta.

Não foi à toa que demorei a abrir esta porta em minha vida. Ela permaneceu fechada por muito tempo. Motivos? Tenho vários...sempre sonhei, mas a vida desconstruiu todas minhas ilusões. Você apareceu e bateu na porta. Soube esperar e um dia eu a abri pra você. Você entrou e eu tranquei, pois não quero que você saia...mas, se um dia você quiser abri-la e partir, saiba que foi com você que apostei as últimas fichas do jogo. Sim, as últimas. Não quero me arriscar a ficar pra sempre em cima de uma cama passando pelas mesmas coisas, é melhor desligar os aparelhos e eu ficar com uma lembrança de que um dia cheguei a um lugar que nunca sonhei e que as pessoas me aplaudiram...Estou falando isso pois, como já dizia Shakespeare, devemos deixar as pessoas que amamos com palavras boas...não sei o dia de amanhã, mas deixo registrada aqui, mais uma vez, a certeza do meu amor por você.

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized